Obsidiana: o que é, qual seu significado e quando utilizar

Se você gosta de cristais e pedras precisa saber os poderes, significados e propriedades da Obsidiana, um forte amuleto que pode ajudar em diversos momentos da vida.

E é por essa razão que neste post vamos te contar sobre sua origem, seu significado, seus benefícios, quando utilizar e como reconhecer essa preciosa pedra. Além disso, tudo, já aproveitamos para contar que temos vários produtos com a Obsidiana em nosso catálogo. Você não pode deixar de conferir!

Origem da Obsidiana

A Obsidiana é uma rocha ígnea extrusiva que se encontra na categoria de vidros vulcânicos. Essa pedra é formada por um produto da lava vulcânica que, por se resfriar rapidamente na superfície terrestre, não permite a formação em quantidade substancial de cristais, sendo considerada um mineralóide.

É justamente por essa razão que, antes do Período Cretáceo não foram encontradas Obsidianas devido a sua metaestabilidade, visto que o seu processo de decomposição é acelerado pela presença de água. Mas, com o passar dos anos, estudiosos analisaram que suas aplicações na vida do ser humano foram recorrentes desde a Pré-História até os dias atuais.

Significado da Obsidiana

O nome Obsidiana foi dado pelo filósofo e cientista romano Plínio, que percebeu que a pedra se assemelhava muito ao vidro vulcânico encontrado na Etiópia pelo explorador romano Obsius. Plínio resolveu dar à pedra o nome do descobridor desse vidro, que em latim se chama lapis obsidianus.

E o significado que essa pedra pode ter para quem a possui? Bem, a Obsidiana é uma pedra que possui um grande e forte poder de ação, e isso vai além de seu processo de derretimento da lava que, ao se resfriar rapidamente, a cristaliza.

E será justamente por todo esse poder que a Obsidiana se torna uma pedra não muito simples de ser utilizada e deve ser manuseada com cuidado. Isso acontece porque o seu papel é trazer à tona alguns incômodos e tirar as máscaras com o intuito de fazer a pessoa tomar decisões. É uma pedra sem limitações, que pode desvendar verdades de forma bastante clara.

Mitos sobre a obsidiana

A Obsidiana é poderosa e mostra coisas que muitas vezes o indivíduo não está preparado para ver. Esse é um dos principais motivos de algumas pessoas temerem a pedra.

Ao longo da história, ela também foi utilizada em rituais xamânicos e algumas pessoas a associam com rituais de magia negra. No entanto, ela, na verdade, protege contra energias negativas

Não é preciso ter medo dessa pedra, que pode ser muito benéfica para você. O importante é manuseá-la com cuidado e sempre seguindo as instruções de pessoas qualificadas para instruí-la. 

Caso deseje amenizar o efeito da Obsidiana, você pode colocar a pedra próxima de outros cristais como Selenita, Angelita e Ônix Branco.

Os benefícios da Obsidiana

Toda pessoa que gosta de pedras e cristas gosta de saber seus benefícios e o que podem trazer para a sua vida e cotidiano. Pois bem, a Obsidiana propicia diversos pontos positivos, principalmente em se tratando em questões físicas e profundas da alma.

A Obsidiana é uma pedra que exala proteção, podendo ser utilizada como escudo contra a negatividade e ataques energéticos. Então, se precisa ir e conviver em um ambiente com energia pesada, sempre a tenha consigo, ok?

As vibrações da Obsidiana neutralizam as energias negativas e iluminam a energia pessoal de quem a porta. Isso faz com que a energia da pessoa e da pedra sejam capazes de purificar os ambientes.

Agora, quanto a saúde, melhorar a circulação sanguínea, facilita a digestão porque ajuda o sistema digestório tratando vários males; auxilia tanto na prevenção quanto nas dores nas articulações, elimina tensão; é indicada para os casos mais graves de cólicas, atua na saúde mental desfazendo bloqueios e pode ser colocada no terceiro olho para abrir a visão.

O uso da Obsidiana através do tempo

Há vestígios que os maias usavam faca de pedra obsidiana para rituais de sacrifício. Já os astecas construíram estátuas com a pedra polida a ponto de virar um espelho e dedicavam ao seu deus, pois as estátuas ajudavam na divinação.

Na Europa, a obsidiana foi muito utilizada pelos videntes, como espelhos e esferas no auxílio na visão astral. Ademais, o conselheiro da Rainha Elizabeth I, John Dee, utilizava um espelho do mineraloide para se comunicar com os espíritos.

Atualmente, alguns cirurgiões utilizam lâminas de obsidiana porque o seu fio é até cinco vezes mais delgado que o dos bisturis de aço. É dito que os bisturis, instrumento de corte utilizado em cirurgias, com as lâminas de Obsidiana são mais finos e causam menos dano ao tecido orgânico. Isso permitiria que as feridas cirúrgicas sarassem mais rapidamente.

O uso da obsidiana para esse fim ainda não foi aprovado pela Food and Drugs Administration (FDA), que é a agência regulatória americana. Apesar disso, em algumas localidades o uso é permitido, especialmente para procedimentos muito delicados. 

Tipos de Obsidiana

A obsidiana é uma pedra muito poderosa formada por meio do resfriamento rápido do magma dos vulcões. Como esse processo é natural é variável, ela existe em diferentes formas e cores.

Agora, o ponto que é preciso ser explorado e informado é a quantidade de possibilidades de cores que a Obsidiana possui. Não é uma ou duas cores, mas sim cerca de dez variações, sendo elas:

  • Preta;
  • Azul;
  • Azul Esverdeada;
  • Azul Néon;
  • Mogno;
  • Verde;
  • Preta com reflexos dourados;
  • Preta com reflexos prateados;
  • Preta com reflexos de arco-Íris;
  • Vermelha e preta.

Quer saber mais sobre os tipos, de contamos tudo! Confira só!

Obsidiana Lágrima de Apache 

A obsidiana Lágrima de Apache é muito famosa, é a preta polida de modo natural pela água ganhando assim o formato arredondado.

Obsidiana Floco de Neve

A obsidiana floco de neve é a obsidiana negra com partes cinzentas esbranquiçadas que parecem flocos de neve. Inclusive, temos em nosso catálogo dois formatos de pingente de prata Obsidiana Floco de Neve, sendo eles o oval e o de ponta!

Temos o cuidado de garimpar peças feitas com pedras e metais nobres, pois sabemos que materiais verdadeiros sobrevivem ao tempo. Ao contrário das bijuterias e pedras sintéticas, que se desfazem em questão de meses.

Obsidiana Negra

A Obsidiana Negra é uma pedra associada ao primeiro chakra. Esse centro de energia relaciona-se à Terra, ao físico, à sobrevivência e à realização do ego pessoal.

Ao colocar uma dessas pedras sobre os pontos de chakra inferior, as energias mais puras dos chakras superiores são atraídas para os centros primitivos. Possibilidade, assim, o aprimoramento individual e um processo de purificação do ego.

Em nosso catálogo temos Porta Incenso Obsidiana, Porta Vela Obsidiana e Bruta, bons exemplos da pedra negra. Esse cristal é regido pelo planeta Plutão. Por isso, atua também como um espelho que reflete as falhas da natureza de um indivíduo, amplia temores, inseguranças e atitudes egocêntricas que reprimem as qualidades superiores da alma.

Yonni Egg de Obsidiana

Você conhece Yonni Egg de obsidiana ou Ovo de Obsidiana? É uma pedra ovalada e polida que funciona como um objeto de uso sexual, possuindo a capacidade de auxiliar as mulheres. Para que seu uso seja feito de forma correta, ela deve ser inserida na cavidade vaginal com o intuito de promover a cura daquilo que há de mais profundo.

Esta pedra carrega em si o poder do ventre da mãe terra e, dessa maneira, é capaz de trazer à tona as sombras mais ocultas do ser, mas com um objetivo bom: fazer com que haja um mergulho na essência do nosso Eu, sem máscaras ou desculpas. Assim, posteriormente, aquilo que é necessário é trazido à luz para ser processado. 

A obsidiana é uma pedra extremamente forte, logo, ainda que seja bom carregar a pedra com você, para fazer essa terapia é essencial ter acompanhamento de uma profissional de “Litoterapia”, “Cristal Terapia”. Além disso, esse acompanhamento pode ainda ser feito por mulheres especialistas em temas como a ciência dos povos ancestrais mexicanos e chineses, principais conhecedores da obsidiana.

Limpeza e energização da Obsidiana

Para limpar a Obsidiana você pode lavá-la em água corrente esfregando-a com sal grosso ou sal marinho. Isso faz com que as impurezas e energias negativas sejam eliminadas da pedra, permitindo que ela atue de forma completa novamente. 

Já a energização deve ser feita de maneira a colocar a pedra em contato com a luz do sol por até 4 horas, ou na luz da lua por até 6 horas.

Por essa pedra combater as forças negativas, é interessante que você faça a limpeza sempre que achar necessário ou logo após utilizá-la em terapias ou em processos energéticos mais intensos.

🔮 Limpeza espiritual: como fazer e ficar livre das energias negativas

Meditando com a Obsidiana

Para iniciar a meditação com a Obsidiana, coloque-se em uma posição confortável, em um lugar tranquilo. Pegue sua pedra e olhe detalhadamente para ela por algum tempo, até ser capaz de fechar os olhos e “vê-la” em todos os seus detalhes.

Assim que conseguir isso, comece a relaxar física e mentalmente, respirando profundamente e deixando os pensamentos fluírem sem querer apagá-los ou detê-los. Quando tiver alcançado um nível razoável de relaxamento, mentalize a pedra em seu pensamento.

Conte então de 1 a 7, a medida que a pedra vai crescendo na sua visualização interior até ficar do tamanho de uma montanha. Assim que visualizar esse tamanho, se imagine indo para a superfície da pedra e começando a explorá-la, percorrendo-a por fora. 

Se na sua visualização encontrar alguma entrada e caminho, explore-os também. Quando se sentir satisfeito com o que foi explorado, volte ao lugar onde começou e conte novamente de 1 a 7, mas dessa vez visualizando a pedra até que ela diminua e volte ao seu tamanho normal.

Respire profundamente algumas vezes e movimente-se delicadamente para voltar ao estado de alerta normal e abra os olhos. Escreva tudo o que viu, ouviu ou sentiu durante sua visualização.

Esse processo te ajudará a ter insights e a movimentar a energia de transformação da obsidiana. Anote tudo o que sentiu e visualizou para refletir depois e completar o processo. 

🧘🏾‍♀️ Meditar sem esforço: 6 dicas de meditação e 13 vantagens da prática 🧘🏻‍♀️

Como identificar a Obsidiana

Identificar uma Obsidiana é mais fácil do que outras pedras e cristais, pois ela tem uma coloração escura, apesar de poder variar em consequência da presença de impurezas, ou até mesmo de Ferro e Magnésio.

A Obsidiana pode conter algumas bolhas que produz interessantes efeitos tais como brilho dourado, iridescente, em forma de arco-íris causado pela inclusão de nanopartículas de magnetite.

A Obsidiana pode ser encontrada em locais onde tenham ocorrido erupções biolíticas, pelo que, apesar de não ser uma rocha comum, ocorre em múltiplas áreas de vulcanismo recente, desde a Eurásia, à Australásia e às Américas, indo além de diversas regiões insulares. Em nível mundial, são conhecidas pelo menos 70 localidades onde a Obsidiana pode ser extraída.

Uma característica que fortalece ainda mais se a Obsidiana é verdadeira, caso tenha contato direto sem ela ter sido lapidada, é que suas bordas são afiadas ou tem fragmentos de vidros que podem cortar.

Gostou de saber mais sobre a Obsidiana? Então não deixe de acompanhar o nosso blog, pois sempre estamos publicando posts que falam sobre pedras, cristais, signos, espiritualidade, moda & estilo e muito mais! 😉

NEWSLETTER

Se inscreva em nossa
newsletter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *